Skip navigation

Tag Archives: relationship advice

Saul nunca se achou o fodão. Ele não era craque do futebol nem ás da matemática. Mal mal ficava na média até no que fazia melhor, mas também não era particularmente terrível em nada. E foi assim que Saul acabou tendo um par de crenças completamente únicas. Ele achava que não era especial. Ao contrário da maior parte das pessoas naquele universo de bolso, ele não ficava continuamente buscando mais e mais, afinal já era privilegiado bastante, na sua opinião, do jeito como estava. Não se achava sub-valorizado, nem sub-pago, nem sub-respeitado, nem sub-amado. Saul estava satisfeito. Mas somente isso não o tornava único. O que Saul tinha de realmente sem par era que, diferente dos outros que se faziam de subalternos, o Saul realmente acreditava que sua forma de ver as coisas poderia ajudar as pessoas. Claro que a uma ou duas vezes que ele tentou fazer uma sugestão aquilo foi visto como tentativa de se impor, e ele logo aprendeu a não compartilhar essas opiniões, mas ainda assim… Ainda assim ele sabia a solução pra todas aquelas reclamações que todas as pessoas faziam o tempo inteiro.

Oi, L., que tal?

Sonhei com você hoje. A gente tava num shopping ou algum lugar assim, em público, talvez nalgum bequinho mais fora de mão mas no meio de tudo, e eu botava a mão dentro da sua saia, te masturbava e você adorava… Read More »

Para todas as garotas que me falaram que eu não estou velho demais para ser pai: Valeu por dizer que eu sou um rato.

Eu sei que você pensa que não me chamou de rato, mas acho que isso é pior ainda. E eu sei também que ninguém pediu a explicação, mas ela virá mesmo assim porque isso me deixa puto.

Na biologia tem duas estratégias básicas de reprodução, a r (simbolizando quantidade) e a K (simbolizando qualidade). Os ratos são os exemplos da estratégia r, produzir o maior número possível de filhos e o que acontecer com esses filhos é problema deles. Os elefantes são os exemplos da estratégia K, eles vão cuidar e cultivar os filhos tanto quanto for possível.

Os estereótipos do homem dizem que eles tem tendência para a estratégia r, ao contrário das mulheres. Mas (não por acaso) a estratégia r também é ligada ao que se considera tipos de vida baixos e primitivos. Assim como um elefante é símbolo de prosperidade e um rato símbolo de lixo.

O filho de um pai idoso tem muito mais chances de complicações e doenças. Dizer que alguém não se importaria com isso é imaginar que tudo o que importa pra ele é quantidade, não qualidade. Read More »

For all the girls who tell me i’m not too old to have a kid: Thanks but i’m not a rat.

Of course i know you think you didn’t call me a rat, it’s even worse this way. Even though no one asked for it, i’ll explain why, because the whole thing pisses me so much i have to get it out here.

In biology there are these two basic reproductive strategies, r (for rate) and K (for quality). Rats are r-strategists, they reproduce as much as they can, and whatever happens to their cubs is not their problem. Elephants are K-strategists, they’ll raise and nurture and care for the cubs to the best of their hability.

The stereotypes about men all revolve around them being more r-bound than women. It just so happens that the r strategy is connected to everything we see as “lesser” and more base forms of life. Just like an Elephant is a simbol of good luck and a Rat is a symbol of filth.

A baby from an older dad has way more chances of disease and complications. To claim someone could care not about this is to claim they only care about the amount, not about quality. Read More »

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 116 other followers