Skip navigation

Democracia é dessas palavras que significam muitas coisas, e talvez signifique coisas demais. A ideia mais comum seria um tipo de votocracia, um sistema de governo que se fundamenta no processo de eleições.

A definição “oficial” (digamos assim) é sensivelmente diferente, algo como sistema político em que o povo domina. Digamos então que existe essa definição específica da democracia* que é o poder da multidão (usando o asterisco para demarcar o uso particular).

O grande porém é que, quando uma multiplicidade de pessoas exerce poder, o resultado é algo muito diferente daquilo que imaginamos como administração, como política. Ainda é política, e ainda é poder, e de certa forma até é administração, mas é todas essas coisas de forma diferente, não convencional.

Dá a impressão de que democracia* não é governo.

A diferença é tão grande que chega a ser difícil perceber esse tipo de democracia*, mesmo quando ele está bem debaixo do nosso nariz. Read More »

Te mando um alô do subterrâneo

Daqui a vista é ótima

Não se vê o mundo; contudo

este mundo ultimamente

é deprimente espetáculo

e assim, não vê-lo, privilégio.

Não que eu me ache melhor.

Este enjôo que me exaure

é fraqueza e não remédio.

Tentando somente

não aumentar o ruído,

não gritar quando é preciso calma,

porque o pânico da moral

causa muito, muito mais mal

do que o mal que acredita combater.

Isto afinal é Brasil

europeu que não sabe ser europa

xavantino que não sabe ser xavante

e não temos competência

para ser assim tão maus.

¿Nossos políticos são corruptos?

¡Certeza!

tanto de um lado quanto de outro,

mas não são nenhum Stálin;

roubam pra fazer churrasco na laje,

roubam muito e a laje é grande

mas ainda é só “tirar uma vantagem”

maldade de republiqueta de bananas.

Ora veja, gritar na gritaria

é aumentar o problema.

Chamar de monstro um burocrata

chamar de golpe um conluio

(ou chamar de crime uma trapalhada)

é dar força ao delírio.

Por isso eu te peço:

Não se rebele

e nem tampouco se conluie —

daqui do subterrâneo

é assim que se faz política.

Estamos todos no mesmo barco

estamos todos fodidos.

Nem os novos ricos

(achando que vão ficar milionários)

nem os utopistas

(achando que farão justiça social)

têm a menor noção.

Isto afinal é Brasil

buraco onde Pedro II era mais

republicano que Deodoro.

Ora veja, qual bufão

é mais caricato

¿que um ufanista brasileiro?

Sim, se estuda isso na escola

e então fingíamos que era sério

mas todo mundo sempre soube

(na boa) é uma chanchada.

Por isso de novo te peço:

não brigue com os Machisto

não brigue com as Feminazi

não brigue com os Reaça

não brigue com os Petralha

simplificando o pedido

não brigue.

Depois de montar o cavalo de batalha

ninguém mais tem o pé no chão.

A mente militante

é mente militar

é mente de soldadinho

tipo bucha de canhão.

Gritos de guerra não são ideias,

não são verdade nem mentira,

não são nada além de ruído.

E o tipo de fodido que estamos

não se resolve com programa de governo

nem da direita nem da esquerda.

O dia que o sol não brilhar

o maior de todos os ditadores

será ditador das cinzas.

E o clima está quebrado.

Nem Capitão Planeta e seus amigos

fariam qualquer diferença.

O que funcionava antes

não vai funcionar mais

e por isso há perigo

e por isso há ruído

e por isso há medo

e por isso há ódio

por isso peço calma.

A guerra pra ver quem fica

no trono no topo do mundo

é uma tragédia em que todos caem

e a falta de acesso ao espetáculo

é o maior valor imobiliário

do meu buraco

no subterrâneo.

When the bastard John Snow was going to put the black, everyone told him it was noble, and brave, and the family thing to do, but the imp Tyrion Lannister told him it would suck. And then latter John Snow thought that only the Imp had told him the truth. When in fact the Imp had, as much as all the others, just given him a version of things. But his version was stronger than all the others. And if you want to understand how, if you want to have any chance of ever learning that trick, you must look much much deeper than truth.

Youre Tyrion Lannister the queens brother? My greatest accomplishment!

Snarky dialogue between Jon Snow and Tyrion Lannister

Read More »

Quando Jon Snow ia “adotar o pretinho básico” e entrar pra Night’s Watch, todo mundo disse pra ele que aquilo era muito nobre, e muito corajoso, e coisa de um verdadeiro homem de família, e tal e coisa, mas o Tyrion Lannister falou que ia ser uma merda. Daí muito depois o Jon Snow achou que só o anão tinha falado a verdade. Só que, claro, o anão deu uma versão da história, assim como todos os outros. Acontece que a versão do anão era mais forte. Mas se você quer entender como e porque, se você quer saber onde mora a trapaça, você tem que ir além da “verdade”.

Youre Tyrion Lannister the queens brother? My greatest accomplishment!

Read More »