Skip navigation

Se o sexo é extremamente importante para nós, macacos humanos, então desejar sexo com alguém devia ser desejar algo importante com esse alguém. Mas ao invés, o desejo sexual é tido como o mais raso dos desejos.

Se a pessoa quer só sexo com você é porquê ela não te ama.

Como se o sexo não envolvesse emoções. Como se sexo com amor não fosse o melhor tipo de sexo. Como se “se importar com alguém” e “sentir o prazer desse alguém” não fossem quase a mesma coisa.

Mas uma outra interpretação é que o sexo nos toca tão profundamente que precisamos fingir que ele é superficial pra não revelar e expôr nossas próprias naturezas secretas profundas.

Digamos que um cara se importasse mais com foder que com estudar. Mas ele sabe que admitir isso é mal visto, então ele diz que adora estudar. Ele fala isso pra conseguir mais fodas, mesmo que indiretamente. Mas justamente por isso ele pode ficar com medo de dar a impressão de estar fingindo, então ele vai ser o mais enfático possível em dizer que foder é secundário pra ele. Se todo mundo preferisse foder a estudar, um possível resultado disso seria todo mundo estar sempre fingindo que adora estudar. Parece absurdo à primeira vista, porque todo mundo está praticando uma mentira que todo mundo sabe que é mentira. Mas se você parar pra pensar, começa a fazer sentido demais.

Só que é ainda mais complicado que isso, porque se envolver muito durante o sexo é visto como uma coisa ingênua, como uma coisa que você só faz se você não transa muito. Então se todo mundo transasse menos do que queria, todo mundo tentaria fazer uma pose contrária, de alguém que faz sexo sem se envolver. Por isso a pessoa fingir de assexuado pega bem, embora no fundo todo mundo quer alguém carinhoso e tarado.

Só que é ainda mais complicado que isso, porque se a gente já assume que os outros vão estar tentando evitar se envolver quando fazem sexo (mesmo se pessoalmente a gente se envolve e mesmo se pessoalmente a gente deseja essa conexão), a gente passa a já entrar nas relações evitando expôr nossas emoções, pra gente se proteger da frieza das pessoas que só querem sexo. Mas justamente porque a gente está se protegendo, justamente porque a gente não está abrindo a nossa emocionalidade, isso quer dizer que a única coisa que a gente está abrindo é o nosso sexo. Já que a gente assume que as pessoas conseguem separar sexo e sentimento (muito melhor do que a gente consegue), cercamos os nossos sentimentos e afastamos todo mundo deles e assim fazemos com que a única forma de se conectar com a gente mesmo seja através do sexo, e isso é quase uma forma de garantir que eles vão querer só sexo.

Só que é ainda mais complicado que isso, porque se você acreditasse nesse meu papo e tentasse abrir seu coração pra todo mundo que você comesse, você ia ser manipulado e abusado por todo mundo que encontrasse, não só porque eles nunca leram o meu blog, mas porque o sexo vai te afetar muito mais do que afeta eles.

Só que é ainda mais complicado que isso, porque se sexo sem conexão emocional é pouco satisfatório, ou ao menos muito menos satisfatório que sexo com amor, então quanto mais você se torna distante e frio mais você vai querer sexo, mais e mais sexo menos e menos satisfatório, num ciclo vicioso. Mas ao mesmo tempo isso funciona como prática de separar sexo de sentimento, e essa separação vai se tornando automática. E nisso cada vez é mais fácil abusar de uma pessoa ingênua que misture sexo e sentimento. Portanto todo mundo odeia o Tindr e ele é a única opção disponível.

Só que é ainda mais complicado que isso, porque tudo isso se mistura com capitalismo e terceirização e objetificação do humano e violência estrutural. De certa forma você teria que fazer uma revolução na sociedade pra poder amar, mas obviamente quem faz revolução não tem tempo pra amar.

Mas o que eu acho mais complicado disso tudo é que, se você acredita que consegue separar sexo de sentimento, se pra você a frase “só sexo” chega a fazer sentido, então isso é verdade, é profundamente e inevitavelmente verdade, mas ao mesmo tempo é mentira, profundamente e inevitavelmente mentira. Essa diferença entre tesão e amor parece ir contra os seus sentimentos mais profundos, mas ela também parece ter um poder enorme sobre esses sentimentos. O que acaba fazendo parecer que até mesmo você é raso assim, que até você é frio assim. E também faz parecer que isso é impossível, que não pode ser verdade que o amor que você sente e o tesão que você sente sejam coisas tão pequenas. E isso quer dizer que você fica sempre dando murro em ponta de faca, sem saber nem como nem por que.

Se nós somos criaturas profundamente sexuais, talvez querer a pessoa sexualmente seja querer ela de uma forma mais verdadeira do que querer o emprego dela ou o gosto dela por séries ou a forma como ela se veste ou qualquer outra coisa.

Pra mim, essa história de que alguém “só quer sexo” é balela. Querer bem à pessoa e querer comer ela é a mesma coisa. E eu acho que continua-se perpetuando a ideia só porque, no fundo, pessoalmente, o nosso tesão é igualzinho ao nosso amor. Ou seja, quando você come alguém isso te toca muito profundamente, e pra contrabalançar você faz pose de superficial, pra não ter que admitir que você se deu um monte ali, que você estava todo ali, entregue.

E aí pode parecer que a pessoa que admite que sente muito prazer em sentir o seu corpo nu contra o corpo dela é uma pessoa que não quer só te comer. Embora ele tá ali falando que tem muito prazer em te comer. Aceitar o nosso desejo é às vezes a única forma de não ser só sexo. E pior que as duas frases na verdade significam a mesma coisa.

E pra falar a verdade estamos todos com medo. Estamos todos presos nessas poses, nesse se fazer de alguma coisa que não somos. Mas esse medo é verdade também.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: